domingo, 18 de outubro de 2009

O gelo que antes consumeia todo meu ser, o tornando frio, duro e nebuloso, se converteu em fogo. Um fogo ardente, incosequente, que chegou queimando, deixando todas as emoções a mostra, expostas a todos aqueles que quisessem me enxergar, me sentir,ver o que tinha me tornado. O fogo, não é perfeito, não é sutil, ele chegou bruscamento ao coração, ainda tem dores, mas me faz me sentir viva, realmente viva. Ele me impulsiona a erguer da cama em que se abriga a solidão, e enfrentar tudo aquilo em que eu vier a tropeçar, por mais que os tombos me machuquem, ele me queima como se estivesse gritando para levantar-me, seguir, caminhar, nem que seja sozinha, mas caminhar. O fogo açoita dentro do peito, faz com que eu lute contra as dores acumuladas do coração, e aos poucos sinto gotas de água pingarem sobre as feridas, e com o tempo se trasformou em chuva e as cicatrizou. Agora encontro-me entre o equilibro das dores e alegrias, sem me preucupar com a perfeição, pois ela é feita todos os dias.



Ariane.

6 Comentários:

Blogger Mariana Andrade. disse...

e o fogo queima cada vez mais. sempre gostei dessa sensação, agora mais ainda.

ótimo texto!
boa semana pra ti, ariane ;*

19 de outubro de 2009 00:11  
Anonymous Caamii disse...

é o fogo dentro da gente que faz com que continuamos vivos, ativos, mostrando o que somos *-* adorei o post :)

19 de outubro de 2009 10:39  
Blogger Márcia Amaral disse...

sempre fui fã do fogo, acho que lembra perigo, e amo perigo ! sinto inveja do teu blog olha :(

19 de outubro de 2009 13:19  
Blogger › daniela.avila ♥ ~ disse...

sim , o importante é não se preocupar com as perfeições, muitas delas não existem (:

19 de outubro de 2009 17:09  
Blogger Natália disse...

Morro de medo de fogo e de todos os outros elementos da natureza. beijos

19 de outubro de 2009 21:14  
Blogger Lara da silveira disse...

Morro de medo de fogo e de todos os outros elementos da natureza. 2 . fogo é força *-* eu amo aquiiiiiiiiiiiiii *-*

19 de outubro de 2009 21:44  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial